Os Agentes Económicos e o Circuito Económico

No decorrer da actividade económica as unidades que nela intervêm estabelecem relações económicas entre si. Por exemplo, as unidades de produção (Empresas) vendem os seus bens e serviços às unidades de consumo (Famílias). Estes movimentos que se estabelecem entre as unidades económicas designam-se por fluxos. Se se encontrarem expressos em moeda, dizem-se fluxos monetários. Expressos noutra unidade dizem-se fluxos reais.

Podemos representar graficamente os fluxos que se estabelecem entre as diferentes unidades económicas. Esta representação designa-se por circuito económico. O circuito económico é, então, constituído pelas unidades económicas e pelos respectivos fluxos (reais ou monetários) que se estabelecem entre elas. Abaixo podemos observar os fluxos monetários mais importantes numa economia aberta:


NOTA: Algumas questões estão respondidas no post anterior, que aqui se continua.

1. Porque é que em Economia não estudamos micro-sujeitos, mas sim macro-sujeitos?
2. Indica a actividade principal dos diversos agentes económicos.
3. Explica porque é que as empresas produzem bens comercializáveis, enquanto o Estado produz bens não comercializáveis.
4. Distingue fluxos reais de fluxos monetários.
5. A coluna referente aos “recursos principais” de cada agente económico traduz-se no gráfico em saídas ou entradas do mesmo? Justifique.
6. A economia é aberta porque estão representadas exportações e importações. Justifique o sentido destas setas.
7. Indica o sentido do Fluxo de Compensação quando as exportações são menores que as importações. Justifica.
8. Indica dois fluxos monetários que constituam:
a) saída de FAMÍLIAS e entrada em IF's;
b) saída de FAMÍLIAS e entrada em EMPRESAS;
c) saída de FAMÍLIAS e entrada no ESTADO;
d) saída de EMPRESAS e entrada em IF's;
e) saída de EMPRESAS e entrada em FAMÍLIAS;
f) saída de EMPRESAS e entrada no ESTADO.

Sem comentários: